portuguese.jpg english.jpg

Tempos de Escuridão

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrPin on PinterestEmail this to someoneBuffer this pageShare on LinkedInDigg thisShare on RedditPrint this page

Tempos_de_Escurid_o

 

Diga, pois as horas têm pressa,

E não vão olhar para trás.

Não tenha medo.

A escuridão se aproxima,

Mas sempre podemos acender nossa fogueira.

 

Cante, pois os pássaros silenciaram,

E a música não pode parar.

Não fuja.

Há uma passagem secreta,

Mas vamos sair pela porta da frente.

 

Lute, pois as armas estão na mesa,

E eu não sei como usá-las.

Não esconda.

Meus olhos também choram,

Mas podemos juntar nossos rios.

 

Grite, pois o céu está mudo,

E quer apenas a sua voz.

Não canse.

A espera é longa,

Mas contaremos todas as estrelas.

Não me afaste.

Sou um cadeado fechado,

Mas você é a minha chave.

 

Sorria, pois o fim não chegou,

E talvez ele se atrase.

Não duvide.

O labirinto é perverso,

Mas descobriremos a saída.

 

Ame, pois as horas estão galopando.

Só ame, e nós teremos as rédeas.

 

Paula Ottoni



Copyright © Paula Ottoni, 2016.